Empreendedorismo Global no século 21

//Empreendedorismo Global no século 21

 

 

Empreendedorismo Global no século 21

 

Viva, no outro dia numa conversa com um amigo, dei-me conta que em Portugal não existem muitos empreendedores que queiram ter um negócio próprio e que fomos educados principalmente para sermos empregados, talvez ao facto de termos tido 50 anos de ditadura.No meu caso, nasci numa família de empresários em várias áreas e sempre achei que deveríamos estudar, trabalhar numa área que realmente gostamos e de preferência com um negócio próprio.

 

Na minha experiência de vida sempre senti o trabalho como algo natural, que faz parte do dia à dia, sem nenhum peso ou obrigação. Vejo agora que este sentimento deve-se ao facto de fazer algo que realmente gostava e fazia parte de um objectivo mais alargado que ultrapassava apenas a minha individualidade e conforto.

 

 

Esta tomada de consciência fez-me procurar várias alternativas pois queria realmente encontra uma actividade que não me roubasse todo o tempo da minha vida apenas para sobreviver. Não tenho nada contra ser empregado e evidentemente temos que ser inteligentes nas nossas escolhas pois elas nos envolvem assim como a nossa família.

Isso não me impediu de procurar alternativas, complementos ao meu trabalho habitual.

Como poderia ter mais meios financeiros?

Em que área?

Com que produto ou serviço?

O que fazer? Procurei produtos ou serviços diferentes e diferentes formas de os vender. Na minha juventude via a minha Mãe que fazia reuniões em casa para vender tupperwares e mais tarde percebi que no fundo era venda directa, da fabrica ao consumidor e onde a pessoa que realizava as reuniões recebia comissões superiores à venda de produtos nos outros negócios, pois eliminava uma série de intermediários.

Na minha pesquisa verifiquei que esta era a melhor maneira de ter um negócio, venda directa:

– As comissões eram melhores,

– Era eu que geria o meu tempo de trabalho,

– Podia criar uma rede de vendas com outras pessoas,

– Não tinha que ter stocks nem empregados

– E muito importante, uma comissão passiva das vendas de toda a rede de vendedores.

 

 

A Internet veio acentuar esta tendência com várias empresas de renome e com modelo de negócios a nível mundial.Veio também abrir novos caminhos e possibilidades para financeiramente estarmos muito mais livres e com tempo para sermos ser humano e não máquinas. Aconselho vivamente a cada um de nós pesquisar e experimentar diferentes alternativas, em complemento com o emprego actual, para encontrarmos o nosso equilíbrio financeiro. No fundo nós trocamos o nosso tempo de vida por dinheiro e o tempo só tem uma direcção, não podemos voltar atrás.

 

Por isso é extremamente importante termos tempo para nós, para a nossa criatividade, espiritualidade como ser humano, para a nossa família e amigos. Nesta época isto só é possível se tivermos um certo fluxo financeiro acima da média, sem isso apenas conseguimos sobreviver, esgotando todo o tempo de vida que temos apenas para pagar a base da nossa vida ou seja a casa, energia, telecomunicações, carro, alimentação, roupa, escola e saúde.A única alternativa actualmente é utilizarmos a tecnologia e as novas formas de comunicação centrada numa empresa sólida, com anos no mercado e com um produto próprio ou serviço de alta qualidade.Na minha óptica não temos outra alternativa para obtermos uma real liberdade de tempo para podermos finalmente viver e não apenas sobreviver.

 

Existem várias empresas mundiais que dão essa possibilidade, com excelentes produtos e serviços e eu, depois de vários anos de pesquisa e experimentação, escolhi uma que está presente em 50 Países e concentra todos os produtos e serviços que precisamos de comprar para o nosso dia a dia.

Se estiveres interessado entra em contacto comigo e eu explicarei este novo modelo de negócio que está no mercado há 15 anos. Uma das nossas maiores riquezas é a nossa Criatividade, Espiritualidade e para a vivermos temos que gerir livremente o nosso tempo e disso depende também a sobrevivência de todo este pequeno planeta.

Abraço , até sempre

Ainda não tem comentários

Deixe um comentário

Your email address will not be published.